Inflação para famílias com renda até 2,5 salários fica em 0,04%

Fonte: Agência Brasil, publicado em 06 de Setembro de 2018


Por Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil | Rio de Janeiro

 

O Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1 (IPC-C1), que mede a variação da cesta de compras para famílias com renda até 2,5 salários mínimos, ficou em 0,04% em agosto deste ano. A taxa é inferior ao IPC-C1 registrado em julho: 0,25%. O dado é da Fundação Getulio Vargas (FGV).

 

Com o resultado, o IPC-C1 acumula taxas de 3,34% no ano e de 3,7% nos últimos 12 meses.

 

O IPC-C1 ficou abaixo dos índices registrados pelo Índice de Preços ao Consumidor – Brasil (IPC-BR) em agosto (0,07%) e no acumulado em 12 meses (4,15%).

 

A queda da taxa, de julho para agosto, foi puxada pelas despesas com habitação (cuja taxa caiu de 1,4% para 0,39%) e comunicação (de 0,29% para -0,10%).

 

Por outro lado, os outros seis grupos de despesa tiveram alta da taxa: alimentação (de -0,45% para -0,40%), transportes (de -0,05% para 0,07%), vestuário (de -0,64% para -0,45%), despesas diversas (de 0,16% para 0,74%), saúde e cuidados pessoais (de 0,2% para 0,27%) e educação, leitura e recreação (de 0,28% para 0,41%).

 

Edição: Graça Adjuto