Ministro diz que Portal Único de Comércio Exterior está em etapa final

Fonte: Agência Brasil, publicado em 26 de Abril de 2018


Por Da Agência Brasil | São Paulo

 

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge, disse hoje (26) em reunião com empresários do Conselho Superior do Movimento Brasil Competitivo (MBC), em São Paulo, que vai finalizar a última etapa do Portal Único de Comércio Exterior. Segundo o ministro, o portal vai beneficiar importadores e exportadores.

 

"A iniciativa beneficia o exportador e o importador, uma vez que dispensa o uso de papel, reduz a burocracia e simplifica enormemente a vida do empresário. O Portal Único de Comércio Exterior reduz tempo e custo nas operações de exportação e importação”, disse Marcos Jorge.

 

A entidade, que completa 18 anos, apresentou aos conselheiros o balanço das ações realizadas em 2017 e os pilares que vão orientar a atuação em 2018: desburocratização, economia digital e governança e gestão. Segundo Marcos Jorge, o aumento da competitividade da indústria brasileira é condição primordial para o avanço do Brasil na economia global.

 

O ministro lembrou que, no atual estágio de implantação, o portal já beneficia, diretamente, 5 milhões de operações de exportação por ano de mais de 255 mil empresas. Desde 2016, o ministério adota medidas de simplificação administrativa. Marcos Jorge citou ações específicas para os micro e pequenos negócios, com o retorno da Secretaria Especial de Micro e Pequena Empresa na estrutura do ministério.

 

Em março, o ministério, em parceria com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), lançou a Estratégia Nacional para a Indústria 4.0. “Temos um enorme desafio à frente. Estamos prestes a adentrar na quarta Revolução Industrial e nosso país tem de estar preparado para as mudanças que se impõem”, disse.


Portal Único

 

A partir do dia 2 de julho, exportadores de todo o país deverão migrar completamente suas operações para o Novo Processo de Exportações do Portal Único de Comércio Exterior. A partir dessa data, serão interrompidos os novos registros nos módulos Novoex, DE-Hod e DE Web, sistemas atualmente utilizados para a realização de exportações. Entretanto, esses módulos permanecerão disponíveis para consultas e retificações dos registros previamente efetuados.

 

Edição: Denise Griesinger