Conselho de Ministros da Itália se reúne para definir plano de austeridade fiscal

publicado em 12 de Agosto de 2011


(Clique aqui para ler a matéria na fonte)

Fonte: Agência Brasil

Agência Lusa

Brasília – O Conselho de Ministros da Itália se reúne hoje (12) à noite para definir as medidas que serão incluídas no novo plano de austeridade. O ministro da Economia italiano, Giulio Tremonti, prometeu ontem (11) a adoção rápida deste plano. O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, disse que até 18 de agosto o plano será adotado e que é “necessário andar de pressa”.

As medidas, que deverão ser incluídas no plano de austeridade, tratam de propostas para a redução dos custos da burocracia, do reagrupamento dos feriados, do lançamento de um programa de privatizações e de reforma na Previdência, além de alternativas para conter a evasão fiscal. Também devem ser adotados aumentos de imposto sobre os lucros financeiros e mais flexibilidade no mercado de trabalho.

Segundo Tremonti, as “medidas serão muito fortes” na tentativa de conseguir o equilíbrio do Orçamento Geral da Itália destinado a 2013. Atualmente a Itália está sob pressão dos mercados financeiros e parceiros europeus para dar garantias do cumprimento de metas por parte das autoridades italianas.

No esforço de aprovar o plano, 150 deputados italianos interromperam as férias de verão. De acordo com Tremonti, disse que foram intensificados os esforços de forma coletiva. A ideia é fazer com que a Itália consiga reduzir o déficit ainda este ano. Recentemente, o ministro recebeu uma comunicação do Banco Central Europeu com recomendações para alcançar a meta.

{jcomments on}