Banco Central Europeu adverte sobre desaceleração do crescimento econômico

publicado em 11 de Agosto de 2011


(Clique aqui para ler a matéria na fonte)

Fonte: Agência Brasil

Da Agência Telam

Brasília - O Banco Central Europeu (BCE) advertiu hoje (11) sobre uma desaceleração no ritmo de crescimento econômico na chamada zona do euro, nos últimos meses, em decorrência do contexto de "elevada incerteza", segundo comunicado. A instituição destacou que, para a política monetária, é essencial que a evolução recente dos preços não dê lugar a pressões inflacionárias generalizadas.

A expectativa é que, no segundo trimestre, o crescimento da economia seja moderado, embora “o clima de incerteza seja particularmente elevado”, segundo o documento divulgado pela instituição.

A entidade recomendou ainda que a orientação do Conselho do Banco Central Europeu de manter a inflação na zona do euro em nível inferior a 2%, em média, em longo prazo, é o ideal. Sob o comando do francês Jean-Claude Trichet, a direção do banco informou que as operações financeiras continuarão em curso e que procedimentos serão adotados "quando necessário" devido a "novas tensões em alguns mercados financeiros."

A instituição observou que a provisão de liquidez e as formas de concessão de financiamento para as operações serão ajustadas levando em consideração que "todas as medidas não convencionais tomadas durante as tensões agudas nos mercados financeiros são de natureza temporária."

 

Leia mais:

Para analista, mercados seguirão voláteis apesar da decisão dos EUA de manter juros perto de zero

Comissão Europeia elogia iniciativas das grandes economias em tentar conter avanço da crise

Crise da dívida dos EUA faz yuan ganhar força como alternativa ao dólar

Banco Central dos Estados Unidos mantém juros perto de zero até 2013

Cepal nega associação entre crise atual e às anteriores, mas acende luz de alerta para as Américas

{jcomments on}