Exportações de carne suína registram queda de quase 18% em março

Fonte: Agência Brasil, publicado em 12 de Abril de 2013


Fernanda Cruz
Repórter da Agência Brasil

 

São Paulo – As exportações de carne suína caíram 17,87% em março, na comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo a Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs). Em termos de receita, houve recuo de 13,35% em março deste ano, ante março de 2012.

 

De acordo com a Abipecs, os embarques somaram, no mês passado, 39,25 mil toneladas e o faturamento somou US$ 105,32 milhões. Nos três primeiros meses deste ano, o país exportou 120,14 mil toneladas, uma redução de 2,9% em relação ao primeiro trimestre de 2012. O faturamento atingiu US$ 318,27 milhões, uma queda de 0,92% ante o mesmo período do ano passado.

 

O preço médio por tonelada, US$ 2.684, subiu 5,5% em relação a março de 2012. No período de abril de 2012 a março de 2013, o Brasil exportou 577,89 mil toneladas e obteve receita de US$ 1,49 bilhão.

 

Os principais destinos da carne suína brasileira em março foram a Rússia, Hong Kong, a Ucrânia, Angola, Cingapura, o Uruguai e a Argentina. A Rússia importou 9,07 mil toneladas, um crescimento de 10% ante março de 2012. Em valor, houve aumento de 6%. Já as vendas para a Argentina tiveram aumento de 211% em relação ao mesmo período de 2012 e somaram 1,39 mil toneladas. O crescimento da receita chegou a 222%.

 

Para outros países importantes no ranking das exportações houve queda. A Ucrânia recebeu 8,05 mil toneladas em março deste ano, redução de 33% na comparação com o mesmo mês em 2012. Em valor, o resultado foi 26% menor. Os embarques para Hong Kong totalizaram 9,06 mil toneladas, 24% a menos em relação a março de 2012. A receita obtida com as vendas também caiu, 22%. As exportações para Cingapura somaram 1,78 mil toneladas em março, uma retração de 24%. Em valor, houve queda de 20%.


Edição: Juliana Andrade