Indústria brasileira fecha 2012 com queda de 2,7% na produção

Fonte: Agência Brasil, publicado em 01 de Fevereiro de 2013


Vitor Abdala
Repórter da Agência Brasil

 

Rio de Janeiro – A produção industrial brasileira fechou 2012 com queda de 2,7%. Em 2011, a indústria havia tido um aumento de 0,4% na produção. O dado faz parte da Pesquisa Industrial Mensal Produção Física - Brasil (PIM-PF), divulgada hoje (1º) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

É o primeiro resultado negativo desde 2009, quando a indústria ainda sentia os efeitos da crise financeira mundial e teve uma queda de 7,4%.

 

A maior retração em 2012 foi observada na categoria de bens de capital (máquinas e equipamentos usados pela própria indústria), que teve queda de 11,8%. Os bens intermediários (indústrias que fabricam matéria-prima para outras indústrias) caíram 1,7%. Já os bens de consumo duráveis (bens voltados para o consumidor final que têm grande duração, como veículos) caíram 3,4% e os semi e não duráveis (bens voltados ao consumidor de pequena duração, como alimentos), 0,3%.

 

Dezessete das 27 atividades industriais pesquisadas tiveram queda, com destaque para veículos automotores (-13,5%), material elétrico e equipamentos de comunicação (-13,5%) e máquinas e equipamentos (-3,6%).

 

Dez setores tiveram alta e evitaram uma queda maior da indústria brasileira, em especial o refino de petróleo e álcool (4,1%), outros produtos químicos (3,4%) e outros equipamentos de transporte como aviões (8,5%).

 

Considerando-se apenas o mês de dezembro de 2012, a produção industrial ficou estável na comparação com novembro. Em relação a dezembro de 2011, foi observada uma queda de 3,6%.

 


Edição: Juliana Andrade