Balança comercial tem déficit de US$ 878 milhões na segunda semana do ano

Fonte: Agência Brasil, publicado em 14 de Janeiro de 2013


Mariana Branco
Repórter da Agência Brasil

 

Brasília - A balança comercial registrou o segundo déficit consecutivo em 2013. De acordo com dados divulgados hoje (14) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, na segunda semana de janeiro, houve saldo negativo de US$ 878 milhões. Na primeira semana, o déficit foi US$ 100 milhões. Isso significa que, no ano, a balança acumula saldo negativo de US$ 978 milhões.

 

O déficit representa que as importações têm superado as exportações. Na segunda semana do mês ( 7 a 13 de janeiro), as exportações somaram US$ 4,027 bilhões, contra US$ 4,905 bilhões em importações. No acumulado do ano, as vendas para o exterior somam US$ 6,277 bilhões, enquanto as compras brasileiras atingiram US$ 7,255 bilhões.

 

A média diária das compras brasileiras cresceu 25,2% na segunda semana em comparação à primeira semana, enquanto as vendas para o exterior subiram 7,4%. De acordo com o ministério, as importações aumentaram principalmente em função dos gastos com combustíveis e lubrificantes, equipamentos mecânicos, eletroeletrônicos, químicos orgânicos e inorgânicos, produtos farmacêuticos e siderúrgicos.

 

Nas exportações, subiu a venda de produtos manufaturados (12,9%) e básicos (12,7%). Entre os manufaturados, cresceram as vendas de automóveis de passageiros, açúcar refinado, óxidos e hidróxidos de alumínio, torneiras e válvulas, autopeças e óleos combustíveis. Entre os básicos, aumentou o comércio de minério de ferro, petróleo, carne de frango e minério de cobre. A categoria semimanufaturados impediu que as exportações crescessem mais na segunda semana deste mês, já que houve decréscimo de 16,4% no comércio em relação à primeira semana. A queda ocorreu principalmente em função do açúcar bruto, celulose, semimanufaturados de ferro ou aço, couros e peles.

 

No acumulado do ano, houve alta de 14,3% nas importações e 6,9% nas exportações na comparação com as duas primeiras semanas de janeiro de 2012. Aumentou a média diária de aquisições de produtos diversos das indústrias químicas, cereais e produtos de moagem, farmacêuticos, combustíveis e lubrificantes, fibras sintéticas e artificiais, químicos orgânicos e inorgânicos, aeronaves e peças e eletroeletrônicos.  Nas exportações, subiram as vendas de produtos básicos (7,2%), semimanufaturados (10,5%) e manufaturados (5,5%).


Edição: Carolina Pimentel