Evento na Fiec discute negócios sobre energia renováveis

Fonte: InvestNE, publicado em 03 de Outubro de 2012


Foruns abordam os desafios e as oportunidades de negócios das principais fontes de energias renováveis

 

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), por meio do Instituto de Desenvolvimento Industrial (Indi), com apoio da Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece), Companhia Energética do Ceará (Coelce) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa (Sebrae), promove no próximo dia 10 de outubro, de 8h às 11h, na sede da FIEC, a 1ª Edição da Série de Fóruns de Oportunidades de Negócios em Energias Renováveis.

 

Os fóruns abordarão de forma específica os desafios e as oportunidades de negócios em cada uma das principais fontes de energias renováveis (eólica, solar e biomassa), além da micro e minigeração de energia elétrica, objeto de regulamentação por parte do governo. A partir dessa regulamentação, ficou estabelecido o prazo até 31 de dezembro de 2012 para que as concessionárias façam as devidas adequações. No caso da micro e minigeração de energia elétrica, o sistema terá um grande impacto na sociedade e, principalmente, nas empresas que passarão a ter nova alternativa no gerenciamento de um insumo com participação no custo total da empresa na grande maioria das indústrias.

 

Dentre os palestrantes estão os engenheiros da Coelce Keyla Sampaio e Sérgio Aguiar, que realizarão a palestra A Coelce e a Nova Regulamentação da Mini e Microgeração de Energia, e o consultor sobre energia da FIEC, Jurandir Picanço, que abordará o tema a Mini e Microgeração de Energia do Brasil.


Potencial

O Nordeste possui um potencial de energia solar igual ao deserto do Saara e o Brasil é líder na geração de energia eólica na América Latina. As características naturais do Ceará, por sua vez, e o fato de ter sido o primeiro do Brasil a dispor de uma legislação de incentivo à energia solar colocam o estado em condições mais do que privilegiadas em relação à geração de energia elétrica por meio de fontes renováveis. Apesar disso, mesmo que haja vários projetos instalados e em instalação em energia eólica, principalmente, os bons ventos podem soprar mais forte e o sol iluminar ainda mais em favor do debate em torno das energias renováveis que ainda não têm um papel importante na matriz energética do país.