Confiança na indústria registra melhor patamar desde julho de 2011

Fonte: InvestNE, publicado em 26 de Setembro de 2012


Setor demonstra mais otimismo com o que está por vir do que com o momento atual


 

 

De acordo com dados divulgados nesta quarta-feira (26/9) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o Índice de Confiança da Indústria (ICI) passou de 104,1 pontos em agosto para 105 pontos em setembro, alta de 0,9%, e alcançou o maior nível desde julho de 2011. O índice se aproxima da média histórica recente, que é de 105,4 pontos.

 

A segunda elevação consecutiva do ICI teve importante contribuição do Índice de Expectativas (IE), que subiu 1,7%, para 104,9 pontos. A perspectiva de produção para os próximos meses, que subiu 4,1%, para 130,9 pontos, maior nível desde fevereiro de 2011, foi a principal influência para o bom resultado das expectativas do setor industrial.

 

A parcela das empresas que esperam aumentar sua produção de setembro a novembro cresceu de 38,8% para 42,8%, enquanto a das que preveem diminuição recuou de 13% para 11,9%. O Índice da Situação Atual (ISA), por sua vez, caiu 0,1%, aos 105 pontos.

 

Para esse subitem, a maior contribuição partiu do indicador que mede o grau de satisfação das empresas em relação à situação atual de negócios, que recuou 1,2%, após a forte alta de 5,2% em agosto.

 

As empresas que avaliam o momento como bom caiu de 24,4% para 20,3%, e as que entendem que a situação atual é fraca diminuiu de 12,2% para 9,5%. Já as que avaliam o momento como normal cresceu de 63,4% para 70,2%.

 

O nível de utilização da capacidade instalada registrou um leve avanço, de 84% para 84,1%, de agosto para setembro, e também atingiu o maior patamar desde julho do ano passado.

 

Informações do Brasil Econômico