Rio de Janeiro desonera produção de etanol no estado

Fonte: Agência Brasil, publicado em 29 de Agosto de 2012


Guilherme Jeronymo
Repórter da Agência Brasil

 

Rio de Janeiro – O governo fluminense desonerou, por meio de decreto assinado hoje (29), a indústria do etanol no estado. A medida reduzirá o recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do setor de 24% para 2%, e visa a aumentar a produção estadual, que não supre a demanda interna.

 

O Rio produz apenas 0,5% da produção nacional, cerca de 70 milhões de litros de etanol, no entanto consome 5% do que o país produz. Houve no estado um processo de diminuição da produção de cana-de-açúcar desde a década de 1970, o que resultou na existência de diversas usinas desativadas na região de Campos dos Goytacazes.

 

Segundo o secretário estadual de Agricultura, Alberto Mofati, a medida visa ao aumento da área plantada e a viabilidade da produção de álcool em usinas fluminenses, hoje restritas a apenas quatro plantas industriais.

 

O secretário destacou a necessidade de aumento de produtividade para o setor, que hoje supre 14% da demanda estadual. De acordo com o secretário, essa participação só não é ainda menor porque o Rio reduziu o nível de consumo de etanol.


Edição: Davi Oliveira