Exportações do Piauí cresceram 51% em sete meses

Fonte: InvestNE, publicado em 21 de Agosto de 2012


Soja se mantém como o principal produto de exportação do Estado, rendendo até agora US$ 69,132 milhões 
  
 
 
As exportações piauienses cresceram mais de 51% nos sete primeiros meses de 2012, se comparadas com igual período do ano passado, de acordo com dados divulgados na última segunda-feira (20), pela Secretaria de Comércio Exterior, órgão do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.
 

As exportações já renderam ao Estado até o momento US$ 117,5 milhões, o equivalente a cerca de R$ 23,652 milhões. No mesmo período de 2011 as vendas chegaram a US$ 77,8 milhões, o equivalente a R$ 15,661 milhões no câmbio atual. Este ano, foram comercializadas 137 mil toneladas de produtos piauienses no exterior. Em sete meses do ano passado, o total chegou a 98,2 mil toneladas.
 
 
Soja, ceras vegetais, algodão, mel natural, pilocarpina, peles de ovinos pré-curtidas, lagostas congeladas, quercetina, couros de caprinos curtidos e quartzitos são os dez principais produtos da pauta de exportação de produtos piauienses.

 
No mês de julho foram comercializados US$ 23,593 milhões - R$ 47,492 milhões. Este ano, o melhor mês para as exportações foi maio, com US$ 30,148 milhões, cerca de R$ 60,687 milhões.

 
 
A soja se mantém como o principal produto de exportação do Estado, rendendo até agora US$ 69,132 milhões, ou R$ 139,162 milhões. Foram comercializadas 127 mil toneladas do produto. As ceras vegetais renderam US$ 30 milhões, o equivalente a R$ 60, 3 milhões.

 

Os dez principais mercados para os produtos piauienses no exterior são China, Espanha, Estados Unidos, Arábia Saudita, Vietnã, Holanda, Japão, Alemanha, Itália e Turquia. Os principais exportadores são Cargil Agrícola, Bunge Alimentos, Brasil Ceras, Foncepi, Pontes Indústria de Cera do Piauí, Los Grobo Ceagro, ADM do Brasil, ABC Indústria e Comércio, Apis Nativa Agroindustrial e Rodolfo Moraes e Companhia.
 
 
Do Governo do Estado