Classes C e D são foco do setor de tecnologia

Fonte: InvestNE, publicado em 14 de Agosto de 2012


Cerca de 50% do mercado de tecnologia está concentrado em consumidores das classes C e D em Fortaleza

 

A crescente ascensão de milhões de brasileiros das classes C e D vem chamando a atenção das equipes comerciais das lojas de tecnologia. Prova disso é que nove entre dez grandes marcas criaram estratégias para atender esse público consumidor com gostos e necessidades bastante específicos. Em Fortaleza, a Ibyte, rede de lojas de tecnologia composta por 13 lojas no Nordeste, decidiu investir neste público abrindo uma loja no Centro da Cidade.

 

Segundo pesquisa encomendada pela própria empresa, realizada pelo Instituto Cuali, aproximadamente 50% do mercado de tecnologia está concentrado em consumidores das classes C e D. Na pesquisa, constatou-se que 43,4% dos consumidores de tecnologia são das classes C1, C2 e D, enquanto 47,6% são das classes A, B1 e B2. A classificação segue o Critério Brasil padrão da Abep – Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa.