Papel moeda em poder do público + depósitos à vista.



M1 + depósitos especiais remunerados + depósitos de poupança + títulos emitidos por instituições depositárias.



M2 + quotas de fundos de renda fixa + operações compromissadas registradas no Selic.



M3 + títulos públicos de alta liquidez.



É a análise que procura garantir a manutenção do pleno emprego dos recursos disponíveis dos sistemas econômicos. Ocupa-se ainda das condições necessárias ao desenvolvimento econômico bem como de seus significados, custos e benefícios. Procura também determinar as causas e os efeitos da inflação e das elevações gerais dos níveis de preços como um todo.



É a análise que procura garantir a manutenção do pleno emprego dos recursos disponíveis dos sistemas econômicos. Ocupa-se ainda das condições necessárias ao desenvolvimento econômico bem como de seus significados, custos e benefícios. Procura também determinar as causas e os efeitos da inflação e das elevações gerais dos níveis de preços como um todo.



Feito em. Expressão usada juntamente com o nome do país onde a mercadoria é produzida.



Aquele que detém uma quantidade tal de ações com direito a voto que lhe permite manter o controle acionário de uma empresa.



Gerência. Administração.



Cada uma das instituições (em número de 6) contratadas para gerenciar parte das reservas internacionais (vide external asset management program).



É impetrado sempre que a ausência de norma regulamentadora venha a tornar inviável o exercício dos direitos e liberdades constitucionais, bem como das prerrogativas relacionadas à nacionalidade, à soberania e à cidadania. O pedido é feito ao Supremo Tribunal Federal.



Meio constitucional posto à disposição de todo cidadão ou pessoa jurídica para proteger direitos não amparados por habeas corpus ou habeas data (ver verbetes), lesados ou ameaçados de lesão por ato de qualquer autoridade.



As Reservas Compulsórias são uma proporção dos depósitos à vista e a prazo (sendo que por um curto prazo de tempo também se exigiu compulsórios sobre operações de empréstimos, avais e fianças) que os bancos tem que recolher obrigatoriamente. Quem fixa este percentual é o Conselho Monetário Nacional, com o propósito de limitar a expansão das operações de crédito na economia.



No mercado financeiro, manipular é agir ou usar informações de forma irregular, para provocar distorções no mercado, desconsiderando as regras vigentes. Manipulação é crime. Em geral está associada ao objetivo de conseguir lucros indevidos ou provocar prejuízos. É o caso de investidores que soltam boatos mentirosos ou que tentam forçar os preços dos ativos a subirem ou caírem.



Trata do Regulamento anexo à Circular 3.108, de 10/04/2002, que disciplina o funcionamento do Selic.



Fabricante, produtor de artigos manufaturados.



Fase de composição em que a cédula, já impressos os seus principais elementos, é submetida às autoridades competentes, para a escolha do desenho. Na linguagem gráfica é a arte final.



Elemento de segurança de cédulas, também conhecido como "filigrana", visível através de luz emergente, moldado na massa de papel sob maior ou menor densidade de pasta, quando do processo de fabricação, formando-se imagens definidas.



Processo pelo qual uma posição (estoque de ativos) ou portfólio (carteira de investimentos) é avaliada baseada no preço de fechamento do dia corrente. Em vez de ser avaliada pelo preço original de compra, o portfólio é avaliado pelo seu valor corrente de mercado, refletindo quaisquer ganhos ou perdas ainda não realizados que ocorreriam caso a posição ou portfólio fossem imediatamente vendidos.



Montante, fixado pelas bolsas de valores ou caixa de registro e liquidação, a ser depositado em dinheiro, títulos ou valores mobiliários, pelo cliente que efetua uma compra ou uma venda a termo ou a futuro, ou um lançamento a descoberto de opções.