Luciano Moreira. Este é o Cara.



LUCIANO MOREIRA. ESTE É O CARA

É o Cara na Ciência Administrativa – Afinal quem fez as reformas que ele fez como Secretário de Administração do Governo Tasso Jereissati, no Ceará; dos Governos Edson Lobão e Roseana Sarney, no Maranhão; do Governo Ottomar Pinto, em Roraima, só pode mesmo ser um predestinado.

Qual homem público teve a honra de servir ao povo de três diferentes Estados neste País?

Mas Luciano não foi apenas o Secretário de Administração. No Maranhão foi Secretário de Planejamento e Gestão, no Governo José Reynaldo e foi Secretário de Educação nos Governos de Ottomar Pinto e Anchieta Junior, em Roraima.

Assim, ele foi o Cara no serviço público. Foram 35 anos dedicados à gestão pública, sempre com brilhantismo e denodo, desde seus tempos como Técnico da Junta Comercial do Ceará. Qualquer que tenha sido sua área de atuação como servidor público, seja como Secretário de Estado, seja como simples técnico, sempre atuou com a mais completa lisura e urbanidade.

Eu tive a honra, o privilégio e a felicidade de conhecer o Luciano há muitos anos. E de ser seu Amigo.

Esta amizade se estreitou cada vez mais quando fui trabalhar no Maranhão a seu convite. Lá tive a oportunidade de trabalhar muito perto do então Secretário de Planejamento e Gestão, Luciano Moreira. Fizemos juntos, com mais uma dezena de grandes técnicos, o Plano de Desenvolvimento Socioeconômico Sustentável do Estado do Maranhão, para o período 2003-2006. Após o término dessa tarefa, Luciano confiou-me a Coordenação do Programa de Apoio aos Arranjos Produtivos Locais do Estado do Maranhão. Estas foram duas experiências riquíssimas para mim como economista.

Em ambas o papel do visionário voltado para o bem-estar do povo maranhense ficou patenteado quando abraçou a meta maior do Plano que era aumentar o IDH maranhense, à época um dos mais baixos do Brasil. E quando abraçou o Programa de Arranjos Produtivos Locais, uma política econômica que só agora passa a ser adotada por muitos governos. Luciano era um homem à frente de seu tempo.

Foi nesta oportunidade que tive o privilégio de tratar com sua família e conhecer melhor o homem extraordinário que foi Luciano, haja vista que se dedicava de corpo e alma ao seu trabalho, sem descurar de seu papel, como pai, marido, sogro e avô.

Ah, Luciano, quantos vezes fomos a Barreirinhas, a trabalho ou para passeio, pois você amava ir àquele local. E foi justamente na volta de uma de suas viagens àquela localidade que aconteceu esta tragédia. Acho que Deus quis lhe ligar eternamente não só ao Maranhão, mas a Barreirinhas, local de uma das mais belas demonstrações de beleza da natureza, os Lençóis Maranhenses.

Amigo Luciano, tudo que eu disser sobre você será pouco, pois não há palavras para expressar o sentimento de perda que agora estamos sofrendo, não só eu, não só seus familiares, mas os milhares de amigos que você amealhou ao longo de sua profícua vida.

LUCIANO É O CARA. O verbo é este mesmo, no presente, porque lá em cima ele continuará a ser o cara. e DEUS não é bobo de perder este CARA.

Com imensa saudade do Amigo

Pedro Vianna

{jcomments on}



    Pedro Vianna


    Sócio fundador da Econometrix e da TPJ Economistas Associados, com 40 anos de experiência na área da Ciência Econômica. Foi Diretor do Sistema BEC/BANDECE. Foi chefe do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste-ETENE, do BNB. Foi Vice-Presidente da Associação de Bancos de Desenvolvimento - ABDE. Foi Professor Titular em Ciência Econômica da Universidade Federal do Ceará. Foi Professor Pesquisador do Seminar Für Allgemeine Betriebswirtschaftslehre, Beschaffung und Produktpolitik, e do Institut Für Finanzwissenschaft, ambos da Universidade de Colônia (Alemanha). Especialista nas áreas de Economia Internacional e Ciência Tributária.